RODOLPHO TAMANINI NETTO

1951 - São Paulo, SP

Iniciou sua carreira de artista plástico com apenas 19 anos de idade. Autodidata, recebeu no começo uma orientação da pintora Lise Forell com quem mantém até hoje um relacionamento de profunda amizade. Suas primeiras exposições datam de 1971 quando realizou uma individual na Mini Galeria USIS, São Paulo e participou da coletiva Bilder aus Brasilien”, na Holtzinger Gallery, Munique, Alemanha. Em 1998, realizou uma exposição com apoio da Secretaria da Cultura de São Paulo que foi montada também em Santos e Curitiba. Integrou a exposição “Brazilian Naive Paintings” organizada pela Partners of Americas e com patrocionio da JP Morgan, exposição montada em várias cidades norte- americanas durante mais de 4 anos (1986). Foi selecionado para competir nos Concurso de Arte Naif no Canadá em 1993 e 1994 (Galerie Jeaninne Blais) e Morges, Suíça em 1983 e 1992 (Galerie Pro Ate Kasper).  Regularmente, os seus quadros são promovidos na França pela galerie Jacqueline Bricard, e no Brasil, pela Galeria Jacques Ardies, São Paulo.
Seus temas são basicamente a cidade de São Paulo que retrata de forma bela e atraente, as paisagens marinhas do nosso litoral onde o homem, em geral nu, é representado perfeitamente integrado dentro de uma natureza pura, bela e tranquila e a vida na favela interpretada como um lugar agradável de viver, cheias de crianças empinando pipas e gatos no telhados e cachorros brincalhões, o todo realçado pelo uso de cores chapadas em degrades sofisticados.