• Wilma Ramos1
  • Wilma Ramos2
  • Wilma Ramos3

OBRAS DISPONÍVEIS obras

Artista / ArtistWilma Ramos

Estado / State São Paulo

WILMA RAMOS

1940 – Mogi das Cruzes
2009 – Mogi das Cruzes
Começou a expor em 1967, no Salão de Arte Contemporânea de Campinas e, no ano seguinte, realizou sua primeira exposição individual na Prefeitura de sua cidade natal.
Com uma pintura tematicamente voltada para o Folclore brasileiro, principalmente suas festividades e folguedos, ela deteve-se principalmente no rico, variado e colorido universo popular da Bahia além do folclore brasileiro e dos rituais afro-brasileiras.
Com cores vivas e figuração marcante, aos poucos sua pintura foi despertando atenção. Já em 1970, seus trabalhos foram aceitos pelo 13º Salão de São Bernardo do Campo, São Paulo. Em 1974, viaja para Espanha onde reside durante 4 anos, participando de exposições coletivas nas ilhas Baleares em  Palma de Mallorca e Puerto Pollenza, e expondo individualmente em Madrid na Galeria ArteLux em 1977. De volta ao Brasil, mereceu premiações em vários salões de arte realizados no Estado de São Paulo e se juntou aos artistas naifs expondo na Galeria Cravo e Canela recém inaugurada em 1979. Recebeu o troféu “Personalidade artística”
na ocasião de uma das várias mostras de Arte em Mogi das Cruzes e em 2004 fez parte do projeto  “O Brasil agrícola na Arte Naif” promovido pela empresa Bayer Cropscience sendo que naquele mesmo ano, participou da exposição coletiva inaugurando o novo endereço da Galeria Jacques Ardies, na Vila Mariana, em São Paulo.

 



She began to exhibit in 1967, in the Salão de Arte Contemporânea de Campinas and, the following year she carried out her first individual exhibition in the City Hall of her hometown.  
With paintings thematically focused on Brazilian Folklore, especially its festivities and merriment, she concentrated mainly on the rich, varied and colourful popular universe of Bahia apart from Brazilian folklore and African-Brazilian rituals.
With vivid colours and striking figuration, her paintings began to slowly attract attention. In 1970, her work was accepted by the 13º Salão de São Bernardo do Campo, São Paulo. In 1974, she travelled to Spain where she lived for four years, participating in collective exhibitions at the Balearic Islands in Palma de Mallorca and Puerto Pollenza, and exhibiting individually in Madrid at the Galeria ArteLux in 1977. Back in Brazil, she received a number of prizes at various art exhibitions and salões held in the state of São Paulo and joined the naïve artists, exhibiting at Galeria Cravo e Canela, which had been recently inaugurated in 1979. She received the trophy Personalidade Artística during one of the various art exhibitions in Mogi das Cruzes and in 2004 participated in the project O Brasil Agrícola na Arte Naif, promoted by the company Bayer Cropscience, being that the same year she participated in the group show which inaugurated the new address of Galeria Jacques Ardies, in Vila Mariana, in São Paulo.