Biografia
Biografia de Iracema

Iracema Arditi
1924 – São Paulo
2006- São Paulo
Passou sua adolescência no Rio de Janeiro. Recém casada com o francês Guy Arditi, representante no Brasil da Agência France Presse, começa a pintar como autodidata e fixou residência em São Paulo. Começa então uma serie vertiginosa de exposições individuais e coletivas em vários capitais europeias como Paris, (galerie Vernon, Seráphine, Antoinette, Camille Renault), Roma (galeria Carpine), entre outras. Expûs também em galerias de renome em São Paulo como a Cosme Velho, Academus, André e Doucumenta. No Rio expûs na Galeria Vernon e na Petite Galeria, em Bâle, Suiça, em Montevideo, Uruguay, na Alemanha...etc. Em 1967, foi eleita Membro Societário e Júri do Salão de Outono em Paris. Coleciona obras dos mais importantes naifs da época, sobretudo brasileiros. Reuniu sua coleção e fundou em São Paulo (1972) o Museu do Sol, dedicado a esse gênero de pintura que foi doado à cidade de Penápolis em 1978, distante de 450 kilometros de São Paulo. Iracema teve um papel de liderança no movimento da arte naif no Brasil. Muitas distinções, entre prêmios e medalhas, marcam sua vida dedicada a uma obra ímpar. A França, em 1985, lhe outorga a Cruz de Chevalier des Arts et des Lettres. Em 2000, foi convidada para comemorar a inauguração do novo Espaço Cultural da Embaixada do Brasil em Londres.

Obras disponíveis

É primavera – 70×90
Reflexos do céu – 32×22 – 1979 – DR
Paço do Trianon – 34×46
A lavadeira da seleção – 20