Biografia
Biografia de Maria Auxiliadora

Maria Auxiliadora nasceu em Campo Belo, Minas Gerais, em 1935. Era a 6ª filha de 18 irmãos de uma humilde família mineira que se transferiu para São Paulo em 1966. A partir de 1967, Maria Auxiliadora da Silva dedicou-se inteiramente à pintura. Até então, ela sobrevivia de profissões humildes e honradas, como doméstica, passadeira de roupas e bordadeira, mas logo se tornou uma das mais criativas e originais personalidades da arte naif brasileira. As suas telas passaram a integrar o acervo de importantes museus internacionais dedicados à pintura naif. Incentivada por Mario Schemberg (físico, crítico de arte e grande estimulador da arte popular), Maria Auxiliadora foi promovida pelo marchand Arnhold Werner, que revelou seu extraordinário talento na Europa. Entre 1978 e 1981, seus trabalhos foram apresentados em exposições individuais na Alemanha, Inglaterra e França, obtendo aplausos da crítica especializada, chegando inclusive a ser enfocada em livro primorosamente editado pela italiana Bolaffi, com texto do professor Bardi, em quatro línguas. Faleceu em 1974, vitimada pelo câncer, depois de luta corajosa e comovente contra a doença.

Obras disponíveis

Candomblê – 16×23 – 1971
Candomblé – 60×80